fbpx

Primeiro trem solar latino-americano ligará Argentina com Machu Picchu

Primeiro trem solar latino-americano ligará Argentina com Machu Picchu

Primeiro trem solar latino-americano ligará Argentina com Machu Picchu

Um trem alimentado por energia solar, conhecido como “Tren de la Quebrada”, será entregue até agosto de 2019. O primeiro trecho será de 20 km. O trem solar turístico possibilitará no futuro, uma viagem da Argentina para Cusco. As vias férreas que receberão o primeiro trem solar na América Latina começaram a ser adaptadas em fevereiro de 2018.

O objetivo principal do projeto é fazer viagens turísticas da Argentina até o tradicional destino peruano. Seu ponto de partida será a cidade de San Salvador de Jujuy. A cidade argentina será ligada com Purmamarca Maimará e no futuro se conectará com Uyuni, na Bolívia. A rota se estenderá dos primeiros 20 km a Humahuaca e depois chegará a La Quiaca, localizada a quase 300 quilômetros da capital provincial de Jujuy, na fronteira com a Bolívia.

A partir disso as vias chegarão à Bolívia e depois a Cusco, no Peru. O objetivo principal é que o destino final seja Machu Picchu. Inicialmente será um trem de pequeno porte, com capacidade para 240 passageiros e velocidade de 30 km/h. O veículo possuirá painéis fotovoltaicos acoplados nos tetos dos vagões para captação de energia solar. O sistema também possuirá motores a diesel no caso de alguma falha no sistema de acionamento elétrico.

Veja também: Ônibus movido a energia solar completa 80 mil quilômetros rodados

Este trem está sendo desenvolvido pelos mesmos especialistas que participaram da construção do trem solar na Austrália. O projeto é visto como um grande desafio para o transporte ferroviário do futuro. Este é o segundo trem solar que funcionará no mundo. O primeiro é Byron Bay, na Austrália que funciona desde janeiro deste ano.

A princípio, o trem fará três viagens de ida e volta diariamente, transportando cerca de 700 passageiros por dia. Além disso, cada estação terá um eixo temático que está relacionado à gastronomia e à cultura típica da província argentina. Desta forma, duas indústrias sustentáveis ​​e geradoras de emprego são promovidas: turismo e energias renováveis.

Fonte: Blog Descalada

Related posts

Investimento em energia solar, reuso de água e telhado verde ajudam a valorizar o imóvel

Soluções sustentáveis são tendências no setor de construção civil. Segundo cartilha do Ministério do Meio Ambiente, os imóveis que contam com soluções eficientes para minimizar o impacto ambiental, como a instalação de energia fotovoltaica, valorizam, em média, de 10% a 30%.

Saiba Mais

Edifícios sustentáveis têm taxas de condomínio de 15% a 25% menores do que os cobrados em prédios convencionais

Segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) com mais de 2 mil empreendimentos comerciais na cidade de São Paulo, edifícios sustentáveis têm uma reavaliação entre 4% e 8% por metro quadrado de aluguel.

Saiba Mais